"Harry Potter & The Cursed Child" by JK Rowling, John Tiffany and Jack Thorne

18:10:00


Não é segredo para ninguém que a saga que narra a história do Garoto Que Sobreviveu é amada por milhões de pessoas em todos os lugares no mundo. O que fazer quando, 19 anos depois, a cicatriz volta a doer?

Para começo de conversa, acho mais do que justo que todos leiam Harry Potter em algum momento da vida. Apesar de serem obras publicadas inicialmente focadas no público infantil, não existe idade certa para acompanhar - e se apaixonar - na trajetória maravilhosa que tantos personagens espetaculares percorreram.  

JK Rowling publicou o primeiro livro, "Harry Potter e a Pedra Filosofal", em 1997, e, agora em 2016, temos um lado novo e inexplorado desse mundo tão extraordinário. 


Existem alguns pontos para se levar em consideração quando se tratando de "Harry Potter & The Cursed Child". A primeira observação é que a única versão disponível atual desse livro está em inglês, e cabe a você decidir entre a versão US ou UK*. A diferença entre as duas é bem mínima, onde uma capa encontra-se diferente da outra e alguns outros detalhes. No geral, a história é a mesma e já adianto que é incrível. É claro que você também pode esperar para quando a edição em português for publicada.


A segunda consideração é lembrar que essa história não foi originalmente escrita pela soberana JK, e sim pelo roteirista britânico Jack Thorne, com a ajuda do diretor John Tiffany. Jack teve a ideia de pegar o mundo dos livros e levá-lo para o teatro, criando personagens novos com suas devidas histórias. Por isso, toda a obra se encontra em formato de script (roteiro), completamente diferente do que estamos acostumados a ver nos outros 7 livros da autora. Logo no começo, Rowling dedica o livro à Jack, dizendo que ele "entrou em seu mundo e fez coisas maravilhosas nele". 

Harry Potter e o restante do trio de ouro encontram-se dezenove anos mais velhos, com suas famílias já formadas e até então unidas. Infelizmente, o foco da história não se encontra mais em nossos personagens tão amados, mas nos dá a oportunidade de amar outros tão maravilhosos quanto: os filhos deles.

Albus Severus Potter é filho de Harry com Gina Weasley e sua maior preocupação é acabar sendo selecionado para uma casa que não seja a Grifinória e não conseguir fazer jus ao nome da família, tão especial. O livro mostra uma relação bastante turbulenta entre pai e filho, onde o fardo de ser filho do bruxo mais conhecido e famoso do mundo mágico leva Albus a fazer coisas das quais, mais pra frente, se arrepende. Ele começa como um garoto jovem e sonhador que acaba tornando-se sombrio e impopular quando suas expectativas vão por água abaixo.

Existe bastante tensão e preocupação por parte dos pais, tanto em relação a seus filhos quanto em relação ao futuro do mundo mágico e um possível retorno do Lorde das Trevas, já que a famosa cicatriz volta a trazer sonhos nada convencionais e uma dor insuportável.


A leitura é bem rápida e simples, por ter (quase exclusivamente) falas e muito pouco de narrativa. É um pouco estranho no começo, já que particularmente não estou acostumada a ler roteiros, mas confesso que gostei do formato. Gosto de uma boa frase de efeito e conversas ao longo de toda a história. E, para quem quiser treinar um pouco de seu inglês, é uma ótima pedida. 

Ao longo do livro, podemos perceber que mesmo que a jornada de Albus não tenha necessariamente sido igual a do Harry, em ambos os casos os dois preocupavam-se sempre com um bem maior e não seguiram suas jornadas sozinhos - ele não conseguiria fazer nada sem seu melhor amigo, Scorpius Malfoy.

Um Malfoy e um Potter. Eu sei, é estranho. Mas, honestamente, eu não poderia pedir por coisa melhor. 

Scorpius Malfoy é super inteligente e irônico, mas sofre com rumores sobre quem seria seu verdadeiro pai. Draco se mostra surpreendente nessa história, sempre preocupando-se com seu filho e em busca de sua segurança acima de tudo. Foi um lado que nunca tinha sido mostrado antes e ver que esse amor estava ali me deixou bastante satisfeita. 

Mas, mesmo que Draco tenha se mostrado melhor em vários aspectos, sua relação com Harry continua a mesma, onde um não suporta o outro e não consegue manter-se no mesmo lugar que o outro sem provocações ou até mesmo uma luta com suas varinhas quase aposentadas. 


Enquanto seus pais são arqui-inimigos declarados, a relação de Albus e Scorpius é muito bonita, onde um acaba tornando-se a âncora do outrobem parecida com o que Harry tinha com Mione e Ron. Esse fator foi uma jogada muito interessante da parte dos escritores, conectando as duas histórias, mesmo que sutilmente. O modo como respeitaram o mundo que já foi completamente criado pela JK é admirável, para dizer o mínimo. 


Para esse livro, prepare seu coração e espere vivenciar muitas aventuras ilegais, ler frases de efeito de tirar o fôlego e aprender a amar duas crianças que lutam para se encaixarem num mundo onde se sentem tão perdidas. Afinal, quem de nós nunca sentiu-se da mesma maneira? 


Acredito que a obra encantará a todos, ou pelo menos a grande maioria, principalmente se você já for fã de carteirinha. 


Se ainda não é, não perca tempo. 

Sua carta de Hogwarts pode chegar a qualquer instante, basta você querer. 


(PS: Ron Weasley continua sendo o melhor personagem que já vi na vida.)

* Caso queira ver as diferenças entre as versões UK e US, encontrei esse vídeo para vocês. Basta clicar aqui






You Might Also Like

8 comentários

  1. Ainda não li nenhum livro do HArry Potter, mas sempre que vou comprar o preço está um absurdo.
    ouvi falar muito bem desse livro. a capa achei perfeitinha , muito linda. Flor vim conhecer o seu blog, e amei de verdade, adoro seguir blog de literatura pra sempre ter opiniões de livros diferentes. seguindo pra não perder suas dicas. beijos flor

    Taynara Mello | Indicar Livros
    http://www.indicarlivros.com/2016/08/tag-diferentona.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tay!! Fico muito feliz em saber que gostou do meu cantinho! Realmente os livros andam bem caros mas sempre acaba rolando alguma promoção maluca, né? Comprei os meus na Black Friday do Submarino no ano passado e valeu muito a pena.
      Beijos!

      Excluir
  2. Olá flor ♥
    Já li todos os livros de Harry Potter e estou muito ansiosa para ler esse, mas sei que se eu comprar em inglês, vou ficar adiando a leitura, sabe? Tenho preguicinha. O que mais gostei dessa história foi que há a amizade entre um Potter e um Malfoy, pois nos outros livros sempre foram arqui-inimigos. Outra coisa que gostei foi dessa pressão que existe no filho de Harry. Sempre pensei como seria isso.
    Estou bem ansiosa para ler o livro e adorei o post.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bruna!
      Primeiro quero agradecer pelo seu tempo comentando e lendo meu post! <3
      Em segundo, super recomendo que você leia o mais rápido que puder, porque achei a história realmente incrível. Tem muita coisa boa que acontece que não pude colocar aqui para evitar spoiler :)
      Beijos!

      Excluir
  3. Olá
    Adorei a resenha, ainda não li o livro mas acho que você conseguiu transmitir muito bem a ideia sem dar spoilers rsrsrs

    Vi que você está acompanhando meu blog, e gostaria de fazer uma parceria... vc pode me passar um e-mail para contato por favor?

    bjs
    http://livroslapiseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! Fico muito feliz que tenha gostado, obrigada!!! O post é só a pontinha de um iceberg imenso! Vou te passar meu e-mail em algum dos seus posts, amor!
      Beijos

      Excluir
  4. Oi, Carol!
    Menina, eu li esse livro e, particularmente, não gostei. Eu sei que a JK não escreveu, mas não me entra na cabeça como ela concordou com tudo isso.
    A ideia geral do livro - a amizade entre Albus e Scorpio - foi boa, mas acho que o jeito que eles levaram a história que foi ruim.
    Maaas que bom que você gostou.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio de aniversário Balaio de Babados e Postando Trechos
    Participe da promoção 1 Ano de Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza!
      Que pena que não gostou :( Eu concordo que poderia ter continuado de um jeito melhor/seguido outro caminho, mas no geral, fiquei bem satisfeita. Beijos!!!

      Excluir

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images